Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/projecaoastral.com/web/wp-includes/wp-db.php on line 806
Uma Entidade Vampiresca e Um Menino num Rio :
Warning: array_merge(): Argument #2 is not an array in /var/www/html/projecaoastral.com/web/wp-content/plugins/wp-pagenavi/scb/Options.php on line 62
"O QUE PROJEO ASTRAL?
Todas as noites, nossa conscincia deixa de se manifestar no corpo fsico e passa a se manifestar livremente num universo infinito de coisas fantsticas e maravilhosas... Habituada a esta situao, nossa conscincia anseia por se libertar desligando-se instantaneamente de um crebro fsico preso a crendices, medos, condicionamentos e limitaes Entretanto, quando a pessoa comea a se libertar de suas "barreiras" e a transcender a si mesma, tambm comea a ocorrer um fenmeno conhecido por diversos nomes: projeo astral, projeo da mente, desdobramento espiritual, projeo da conscincia, sair consciente do corpo fsico, experincia fora do corpo (EFC), viagem astral, etc. Porm, para mim, que vivencio este fenmeno todas as noites, passei a consider-lo como um estado de "CONSCINCIA EXPANDIDA", atravs do qual, posso pesquisar, investigar, analisar, realizar experincias, etc..."

Uma Entidade Vampiresca e Um Menino num Rio

Esta noite (10/09/2007) logo que sa projetado fui atrado pela perseguio de uma entidade a outra

 

Uma das entidades tinha um horrvel aspecto, parecia seca, algo vampiresca, como se toda a vitalidade tivesse se esvado de seu corpo.

 

Ao conseguir agarrar sua vtima, percebi que no era mera impresso, pois a tal entidade colocou as duas mos no peito da outra e comeou a literalmente secar sua vtima, iniciando um processo de visvel extrao de vitalidade.

 

Imediatamente entrei no meio e separei as duas

 

A outra entidade ao ver-se livre fugiu apavorada

 

A entidade secadora tentou ir atrs, mas bloqueei sua passagem, impedindo-a.

 

Enraivecida ela vociferou:

 

“Quer que eu faa o mesmo em voc??”

 

E ento ela veio para cima de mim, com as mos estendidas para o meu peito…

 

Com energia, dei um safano em suas mos, afastando-ase disse:

 

“Em mim voc no consegue, pois sou um encarnado!!!”

 

“Mas eu posso te prejudicar…” disse ela.

 

“Sim, mas o que voc ganharia com isso??” retruquei

 

Senti/percebi que aquela entidade ficou com aquele aspecto devido suas prprias vibraes de dio, de revolta, querendo revanche/vingana… E em funo disso, desencadeou em si mesma um processo de auto secagem, isto , consumindo toda sua vitalidade, tornando-se seca, com aspecto vampiresco.

 

Tambm devidoa sua condio, tornou-se absorvedora, secadora, como se fosse um poderoso im, atraindo para si toda a vitalidadede suas vtimas.

 

Se me atacasse, tal entidade talvez pudesse iniciar um processo de secagem de meu corpo astral, entretanto minha condio de encarnado/projetado me possibilitava, caso necessrio, voltar rapidamente para meu corpo fsico e me revigorar no mesmo

 

Por isso, a tal entidade ameaou me perseguir quando eu estivesse no fsico, atrapalhando e prejudicando minha vida fsica

 

Aos poucos consegui cont-la falando:

 

“Olhe para si mesma… veja o estado em que voc ficou…”

 

“Isso a foi causado por voc mesma, pelo seu dio, pela sua revolta, pela sua vontade de vingana…”

 

Ela olhou para si mesma como a comprovar que eu tinha razo

 

Tornou-se ento mais malevel epude dar-lhe algumas explicaes e orientaes

 

E por fim, acabou aceitando minha ajuda

 

_____________________

Mais tarde, encontrei um menino desencarnado que havia morrido num rio.

 

Ele ficou de certa forma preso na situao, como que obcecado, no conseguindo se afastar totalmente do local

 

Ficava na beira do rio… Tinha um estranho medo da gua, ou de coisas que tinha na gua.

Aproximei-me dele e lhe disse:

 

“No precisa ter medo da gua… no h perigo nenhum… no h nada l…”

 

“Venha comigo… eu entro junto e lhe mostro…”

 

Estendi-lhe as mos tentando transmitir-lhe confiana… e ele entopercebendo minhas vibraes e intenes, aceitou

 

Abracei-o com o brao direito e entrei na gua com ele

 

Entrar na gua projetado foi estranho, mas agradvel

 

Logo percebi que eu no precisava nadar, mas que podia apenas deslizar por sobre a agua e isso era delicioso.

 

Fomos at um tronco que havia na gua, prximo da outra margeme que tinha algum significado para o menino.

 

Tive a impresso que havia alguma coisa na gua… Talvez fossem piranhas, porm, no comentei com o garoto para no amedront-lo

 

Levei-o de volta para a outra margem

 

Ele me disse que agora estava beme euperguntei se ele sabia para onde ir

 

Ele confirmou que sim com a cabeae falou:

 

“ fcil voltar para l… s me concentrar…”


Artigos Relacionados

  • » ENCONTRO COM AMIGO E FAMILIAR NO ASTRAL
  • »
  • » ENCONTRO COM FAMILIAR NO ASTRAL
  • » DEUS ACABOU DE CHEGAR
  • » UM ANJO NA PAREDE
  • » TENTANDO AJUDAR UMA MULHER
  • » Trecho de entrevista
  • » NOSSA VIDA OCULTA
  • »
  • »
  • 4 Comentarios Até agora

    1. Bombadil disse:

      De onde os desencarnados no vampiros tiram a vitalidade????

      Me disseram que era do prprio TODO , e que algum que se harmoniza ao TODO poderia varrer uma cidade umbralina inteira fazendo com que a atmosfera local se purificasse destruindo tudo.

      Porque ningum destri todas essas cidades umbrais poluidoras de uma vez? No entendo. Que todos enxerguem de uma vez ,por mais rpido caminho.

    2. Roberto Pineda disse:

      Ol Bombadil

      Eu entendo que as regies umbralinas so formadas e mantidas pelas vibraes de seus habitantes

      Por isso, de nada adiantaria “desvanecer” uma cidade umbralina, pois outra se formaria quase que instantaneamente, devido as necessidades e sintonias entre pessoas de densas vibraes

    3. fabricio disse:

      era o espirito do menino que falou por ele no final quando voc perguntou se ele sabia pra onde ia? e pra onde ele ia mesmo?


    ENCONTRO COM AMIGO E

    Hoje (03/03/2022) encontrei no astral um amigo ...

    NO METR : COMO UMA

    Achei interessante postar este relato, pois isso ...

    ENCONTRO COM FAMILIA

    Esta noite (05/02/2022) ...

    DEUS ACABOU DE CHEGA

    Hoje (28/12/2021) eu estava projetado ...

    UM ANJO NA PAREDE

    Ontem (10/11/2021) eu estava no ...