"O QUE É PROJEÇÃO ASTRAL?
Todas as noites, nossa consciência deixa de se manifestar no corpo físico e passa a se manifestar livremente num universo infinito de coisas fantásticas e maravilhosas... Habituada a esta situação, nossa consciência anseia por se libertar desligando-se instantaneamente de um cérebro físico preso a crendices, medos, condicionamentos e limitações Entretanto, quando a pessoa começa a se libertar de suas "barreiras" e a transcender a si mesma, também começa a ocorrer um fenômeno conhecido por diversos nomes: projeção astral, projeção da mente, desdobramento espiritual, projeção da consciência, sair consciente do corpo físico, experiência fora do corpo (EFC), viagem astral, etc. Porém, para mim, que vivencio este fenômeno todas as noites, passei a considerá-lo como um estado de "CONSCIÊNCIA EXPANDIDA", através do qual, posso pesquisar, investigar, analisar, realizar experiências, etc..."

Um Momento de Carinho

Esta noite (06/11/2010) eu estava perambulando no astral e num determinado momento resolvi sentar um pouco enquanto apreciava o que acontecia à minha volta

De repente, sem que eu esperasse, uma menina sentou no meu colo, me abraçou, beijou o meu rosto várias vezes e ficou por alguns momentos com o rosto encostado no meu peito

Não consegui ver o rosto dela, porém, podia sentir deliciosos sentimentos de afeto dela por mim

Tão de repente como surgiu, ela foi embora

E eu fiquei sem saber quem era ela

Senti como se fosse um misto de sentimentos de pai para filha ou de mãe para filho

Deduzi que talvez tenha sido minha mãe, falecida em 1966 e parece-me que hoje está reencarnada como uma menina

Sei disso, porque numa ocasião eu estava projetado e tentei buscar e encontrar minha mãe pela sintonia com as vibrações dela

As vibrações dela me levaram diante de uma menina de uns onze ou doze anos


Artigos Relacionados

  • » Um anjo no céu
  • » Leitos 6 e 7
  • » Estréia documentário "Voadores"
  • » Forno crematório
  • » O diabo no telefone
  • » Observando o céu
  • » Observando alienígena
  • » Marido preso
  • » Mudança rápida de ambiente
  • » Em um corpo tatuado
  • 15 Comentarios Até agora

    1. Márcio disse:

      Sr. Pineda, boa tarde!

      Durante a noite sonhei que acordara e estava em meu antigo quarto de quando era criança. Estava consciente, sabia que não era o plano físico, lembrava que há muitos anos aquele cenário já não fazia mais parte da minha vida, por isso estava no astral… Que felicidade!
      De repente, escutei algo que me encheu de alegria, os passos da minha vó/mãe pela casa (ela desencarnou em 2010); um andar inconfundível, jamais esquecerei o barulho que fazia com os pés enquanto caminhava: arrastava pesadamente o chinelo no chão, um andar cansado e vagaroso, como que fosse parar a qualquer momento. Era ela, tinha certeza!
      Sai correndo para checar, mal entrei na cozinha e ela já veio ao meu encontro. Tive vontade de abraçá-la, de dizer o quanto faz falta em minha vida… Entretanto, nada disso fiz. Naturalmente, ou até mesmo espiritualmente senti que veio se despedir…
      _ Está na hora de parar com isso… – Foi a primeira coisa que me disse, sem se dispor de um “Como vai” ou “Deus lhe abençoe”, foi direta e objetiva, bem diferente das últimas vezes em que a vi, estava rígida, de semblante carregado.
      _ Mas… Como assim? – Não queria entender que era uma despedida, ela, porém, sentiu a necessidade de deixar claro:
      _ Não podemos mais manter esse tipo de contato! Tenho outra vida e muito o que fazer; você precisa entender que eu não pertenço mais a sua vida, não faço mais parte dela… – Eu discordava, e chorava muito, até então não conhecia esse seu lado frio.
      Logo, outros espíritos também apareceram: um homem, dois meninos e uma menina, se posicionaram ao seu lado como que formassem uma família.
      _ São seus parentes? – Perguntei, certo de que já tinha me esquecido, ocupara meu lugar com aquelas crianças educadas que não mexiam em nada.
      _ Este é Josean… Estamos trabalhando e alimentando a muita gente! – Falou ao apresentar o homem mais velho que a acompanhava.
      _ Só eu alimento a um bairro inteiro… – Dizia o homem, acredito que se referia às colônias espirituais.
      _ E essas crianças… Quem são? – Eles me apresentaram a todos pelo nome, infelizmente só consegui guardar apenas um na memória, estava ocupado demais tentando me concentrar para não perder o nome de Josean: o que parecia mais velho chamava-se Kaciký. Não faço ideia de qual língua originavam-se, mas os nomes dos meninos muito lembravam o Tupy, dos nossos antepassados.
      Inclusive, a aparência física da minha vó, já não era aquela que conheci, tinha outro rosto, ao que me parecia indígena: uma pele áspera, rústica, semblante forte de guerreira, estava muito mudada, não só na aparência, como também nas atitudes. Podia até dizer que não era ela… Mas era, de fato, eu podia sentir!
      _ Não podemos mais nos ver… – Repetiu a negativa, como quem percebe a necessidade de deixar bem claro. Um monte de explicação começou a maquinar os meus pensamentos: estava sendo obrigada a se despedir; tinha muita gente pra cuidar; a saudade que eu sentia podia estar atrapalhando sua vida espiritual e o seu trabalho;
      _ Por que?… Você não pode mais vir? – Perguntava a chorar copiosamente em sua presença, a lamentar nunca mais poder reencontrá-la; precisava ouvir…
      _ Não!… Porque não quero.

      Sr. Pineda… Minhas perguntas são: por que ela tem outra família no plano espiritual? Por que ainda sinto tanto sua falta? E por que não podemos mais nos encontrar? Eu sinto tanto por esta despedida!

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Marcio

        Fique tranquilo, não perdemos contato com nossos afetos nunca, a não ser provisoriamente

        Pelo que descreveu, fiquei com a impressão de que ela está reencarnada, numa situação onde as lembranças e ou contatos com você no astral poderiam atrapalhar a vida dela

        A densidade do físico faz com que as consciências encarnadas fiquem muito ligadas a atual vida física

        • Márcio disse:

          Bom dia!

          Mas, é possível descobrir o paradeiro da menina na qual minha vó está reencarnada? O sr. tem alguma sugestão?

          • Roberto Pineda disse:

            Olá Márcio

            Sim, quando estiver no astral procure se concentrar nela, desejando encontrá-la

            Ao entrar em sintonia, geralmente nos deslocamos para aonde a pessoa estiver, instantaneamente

      • Tarcisio Aquino disse:

        Boa tarde, Sr. Pineda,

        no dia 13 ou 14 de junho de 2015, estava dormindo de barriga pra cima com um filhote de cachorro, que havia adquirido um ou dois dias antes e só queria adormecer comigo na cama. Em um certo momento, entre 5h e 6h da manhã, paralisado, sinto um coisa subindo de dentro do lençol em direção à minha cabeça, não consegui vr direito o seu rosto, parecia um zumbi, sei que era mulher, que tinha cabelo curto e algo me dizia que era minha mãe (Falecida em 2013 após praticar suicídio), antes deste rosto chegar até o meu, ouvi uma voz dizer o seguinte: Esse aí não pode lhe ajudar. No mesmo momento, essa coisa essa “entidade” foi puxada de volta pra dentro do lençol, a partir de então voltei a controlar meu corpo e, com a mão esquerda que coloquei dentro do lençol, senti um rosto gelado, dentes, boca e nariz de uma pessoa e um peso como tivesse algo deitado sobre mim. Depois, adormeci e acordei horas depois. Meu cachorro tinha urinado na minha cama, mas, incrivelmente, a urina tinha cheiro de rosas. Será que tive algum tipo próximo de projeção?

        • Roberto Pineda disse:

          Olá Tarciso

          Há muitos níveis de percepção, lucidez, consciência e desenvoltura no astral

          Pelo que descreve, parece ter sido percepções do astral

          Da próxima vez, mantenha a calma e procure observar tudo sem medos e ou receios, pois ninguém pode nos fazer mal no astral

    2. Marcus disse:

      Já aconteceu comigo. Uma pessoa me abraçava, deitava no meu colo… Eu sentia o carinho que tinha por mim. E realmente era um carinho de uma pessoa amiga (sem segundas intenções). E parecia que nos conhecíamos a bastante tempo. Que estranho. Mas acho que isso foi só o meu cérebro mesmo que anda muito carente. Aliás, sou muito sensível. Devo ter criado aquilo… (ou não. kk)
      Pois bem. Fiquei com muita raiva de ter acordado! Como muitas outras vezes já fiquei. As vezes me sentia melhor nos sonhos. Isso é muito estranho. E geralmente algo meio estranho acontece cmg, mesmo dormindo, tenho percebido o que se passa a minha volta. Papai um dia desses chegou e disse: “Marcus, eu disse aquilo, aquilo, aquilo…”
      E eu concordei (realmente eu me lembrava daquilo). Mas aí depois disso eu até me assustei, e pensei: “Hã??? Mas eu estava dormindo! O.O” (E o papai acho que não lembrava disso. rs). E parecia que eu estava lá com eles (mas só olhando e ouvindo). O_o
      É tanta coisa que acontece. Tantos mistérios… kkk

      Desculpa este texto. Pode até parecer meio “sem sentido”, mas eu precisava dizer.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Marcus

        Pelo contrário, faz todo o sentido

        Quanto mais conhecemos nossa consciência, mais entendimento temos sobre “o quê somos nós e do quê é a realidade à nossa volta”

    3. sidnei disse:

      Ola sr.Pineda. Incrível como,quando nos começamos a adquirir algum conhecimento,muitas coisas começam a fazer sentido.
      Por exemplo,a muitos anos atrás, eu morava em Sao Paulo e
      não fiquei sabendo do falecimento do meu avo paterno que morava em Assis.
      Algum tempo depois,eu fui visitar meu pai no Parana,e ai
      ele me contou que o pai dele havia falecido.
      Ele começou a contar os detalhes do acontecido, do enterro,e aquilo tudo veio a minha mente como se eu já soubesse de tudo.Ai eu disse,pai o sr já me contou isso? Ele disse que não.Eu fiquei com aquilo na cabeca sem ter uma explicação. Hoje esta tudo bem claro.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Sidnei

        Eu entendo que tudo o que precisamos é percepção

        Pois percepção gera entendimento

        Nossos condicionamentos, medos e crendices impedem nossa percepção

        Na medida em que vamos nos libertando, passamos a perceber e entender cada vez mais

    4. Patricia Miranda disse:

      Peço ajuda pode responder aqui mesmo meu. Companheiro viviamos a quase um ano juntos quando se deu o acidente de moto quero muito encontra-lo ja o vi acordada e em sonhos porem nao consegui a projeçao consiente ainda ja fui ate no quartp mas estava na casa da mae dele em visita mas aqui na casa onde moramos naoconsegui ainda a projeçao inteira alias nem consigo tentei a corda no teto mas ainda nao consegui ja o vi no sonho mas algapenas por alguns segundos no final do sonho sera que e por ter pouco tempo de desencarne foi dia14 de junho de 2015 da primeira vez no sonho tinha uma força invisivel em minha frente mas que eu senti a sua ddensidade tipo me bloqueando para ir devagar ao velo acordei em seguida isto tinha uma semana do desencarne em outp sonho o ultimo eu o vi tipo em uma roça de lado e notei que lhe faltava um pedaço do ouvido mas nao me eapantei acho eu e ele era como se fosse oco porem de carne ai acordei depois disso nao sonhei mais com ele nao que me lembre. Teve um sonho entre estes que me vi sendo ensinada a formar tipo uma chama em minhas maos fpi muito vivido este sonho tambem mas foi pir alguns instantes . Voce pode me ajudar voce recomenda alguma tecnica. Obrogado

    5. Brenda Boteselle disse:

      Olá Roberto,eu tenho muita vontade de falar com meu avô no astral,ele faleceu em em 2004,quando eu tinha um ano de idade,eu não cheguei a conhecê-lo,mas tenho fotos,sobre suas personalidades só sei que ele era uma pessoa bem legal,que ajudava os outros.É possível que eu o encontre?E eu acho que tenho uma técnica para se for no caso um umbralino se passando por meu avô:é só eu ter boas vibrações,se for um disfarçado,sairá e se for meu avô ele ficará lá.Estou certa?Me ajude por favor,mesmo não conhecendo eu amo muito meu avô.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Brenda

        Sim, você pode se encontrar com ele no astral

        Basta se concentrar e entrar em sintonia com ele

        Quando estiver diante dele, procure se concentrar nos sentimentos dele, no que ele está sentindo… Aí você saberá que é ele mesmo


    Um anjo no céu

           Esta noite (08/10/2017) eu estava projetado dentro ...

    Leitos 6 e 7

       Esta noite (29/09/2017) adquiri consciência em plena atividade ...

    Estréia documentár

        Evento para convidados na estréia ontem (24/09/2017)  no ...

    Forno crematório

        Esta noite (04/09/2017) fui atraído pelas vibrações, sensações ...

    O diabo no telefone

         É interessante observar como, mesmo num ambiente onde ...