"O QUE É PROJEÇÃO ASTRAL?
Todas as noites, nossa consciência deixa de se manifestar no corpo físico e passa a se manifestar livremente num universo infinito de coisas fantásticas e maravilhosas... Habituada a esta situação, nossa consciência anseia por se libertar desligando-se instantaneamente de um cérebro físico preso a crendices, medos, condicionamentos e limitações Entretanto, quando a pessoa começa a se libertar de suas "barreiras" e a transcender a si mesma, também começa a ocorrer um fenômeno conhecido por diversos nomes: projeção astral, projeção da mente, desdobramento espiritual, projeção da consciência, sair consciente do corpo físico, experiência fora do corpo (EFC), viagem astral, etc. Porém, para mim, que vivencio este fenômeno todas as noites, passei a considerá-lo como um estado de "CONSCIÊNCIA EXPANDIDA", através do qual, posso pesquisar, investigar, analisar, realizar experiências, etc..."

Um Gigantesco Templo Abandonado

Esta noite (29/08/2004) encontrei no astral um gigantesco templo abandonado.

 

Estava em ruínas. Muita poeira, escombros, paredes derrubadas ou com buracos, porém havia ambientes com móveis ainda muito bons. Cadeiras confortáveis, estilo Luiz XV, ainda em perfeito estado.

 

Percebi que era uma gigantesca construção com muitos andares. Havia muitas salas e ambientes para o ensino religioso. Em alguns lugares havia letreiros, parecia ser em latim.

 

Deve ter servido de “abrigo” durante muito tempo por desencarnados religiosos que acreditavam estarem “protegidos” naquele ambiente. Durante muito tempo foi apregoado que somente “dentro” da santa madre igreja a pessoa estaria protegida contra o demônio; portanto, devia ser natural que ao desencarnarem estas pessoas procurassem instintivamente abrigo em lugares assim, pois muitos interpretavam a coisa “ao pé da letra”.

 

Entendi que durante muito tempo o catolicismo “dominou” boa parte da humanidade e aos poucos os desencarnados foram se “liberando” de suas crendices, ensinamentos, e provavelmente abandonando aquela gigantesca edificação.

 

Por curiosidade perambulei um pouco por ali… Como não tinha muita coisa interessante, resolvi sair dali.

 

Quando eu ia saindo, fui abordado por um homem desencarnado que pelo jeito devia estar ali há muito tempo.

 

Temeroso, ele pediu licença ao aproximar-se.

 

Comentou sobre o estado de abandono daquele local, como a “puxar assunto”…

 

Porém, logo soltou a pergunta que há muito devia estar incomodando-o:

 

“O senhor acredita em fantasmas??”

 

Achei irônico aquilo, um desencarnado com medo de fantasmas… (deve ter visto “alguns”, conforme suas crendices, naquele lugar abandonado).

 

“No tempo em que eu era vivo costumava acreditar…”   respondi a ele.

 

Ele assustou-se, porém logo percebeu pela minha expressão que eu estava brincando…

 

Desconfiado, pediu permissão para tocar no meu ombro…

 

Ao fazê-lo e perceber que era sólido, emitiu um largo sorriso, dizendo:

 

“Você não é fantasma, não! Você é tão sólido quanto eu…”

 

Percebi que ele necessitava de esclarecimentos e resolvi ajudá-lo.

 

Enquanto nos dirigíamos para saída fui esclarecendo-o…

 

Ao sairmos, ele assustou-se com o enorme movimento de pessoas…

 

“Nossa! Eu não sabia que tinha esta saída…”

 

Maravilhado, agradeceu-me por ter “tirado” ele de lá de dentro…

 

Senti que era hora de voltar para o físico e deixei-o lá, deslumbrado e feliz, como se fosse uma criança diante de milhões de coisas novas e fantásticas…

 

_________________

 

Ontem (28/08/2004) estive projetado no umbral com um grupo de socorristas e estávamos criando um novo local, um novo posto de socorro para os necessitados, centralizando ali as operações.

 

Várias entidades iradas, nos atacavam, “xingavam”, tentavam nos agredir…

 

Não adiantava nada, tentar explicar que aquele local iria servir para ajudarmos a eles mesmos…

 

Pareciam estar revoltados e ultrajados com a criação daquele lugar…

 

_________________

 

É triste vivenciar estas situações e constatar que às vezes as pessoas sofrem por pura falta de entendimento


Artigos Relacionados

  • » Um anjo no céu
  • » Leitos 6 e 7
  • » Estréia documentário "Voadores"
  • » Forno crematório
  • » O diabo no telefone
  • » Observando o céu
  • » Observando alienígena
  • » Marido preso
  • » Mudança rápida de ambiente
  • » Em um corpo tatuado
  • 6 Comentarios Até agora

    1. uilson disse:

      por favor a onde foi encontrado o templo gigante fale comigo

    2. Carlos disse:

      Gostei muito dessa experiência. Pena que eu só fico lendo as experiências de várias pessoas, mas não sei fazer projeção. Eu já fui evangélico e a religião que eu frequentava prega que a morte é um sono, mas eu tinha uma opinião que nada conseguia mudar. Eu pensava; se a morte é um sono, por que em todas as culturas e até os nossos tataravós falavam e até hoje pessoas que não tem ligação nenhuma com religião afirmam ter visto fantasmas, e fora os médiuns que nascem com esse dom.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Carlos

        Sugiro que você procure se desprender de conceitos religiosos, condicionamentos e habitualidades do físico, pois dificultam e atrapalham nossa percepção

        Procure entender que projeção é simples percepção do que somos nós e o quê é a realidade à nossa volta

    3. Claudia disse:

      Uma pergunta Roberto

      Essas estruturas que ficam no Astral “fixas”.. que ficam parecendo “lixo Astral”.. elas interferem de alguma forma?

      e já que estao de certa forma abandonadas por aí no astral, é possivel fazer com que elas desaparecam? vc ja fez isso?

      e uma ultima pergunta: para fazer uma gigante estrutura no astral, pode ser feita por uma pessoa ou precisaria da intervencao de varias no astral?


    Um anjo no céu

           Esta noite (08/10/2017) eu estava projetado dentro ...

    Leitos 6 e 7

       Esta noite (29/09/2017) adquiri consciência em plena atividade ...

    Estréia documentár

        Evento para convidados na estréia ontem (24/09/2017)  no ...

    Forno crematório

        Esta noite (04/09/2017) fui atraído pelas vibrações, sensações ...

    O diabo no telefone

         É interessante observar como, mesmo num ambiente onde ...