"O QUE É PROJEÇÃO ASTRAL?
Todas as noites, nossa consciência deixa de se manifestar no corpo físico e passa a se manifestar livremente num universo infinito de coisas fantásticas e maravilhosas... Habituada a esta situação, nossa consciência anseia por se libertar desligando-se instantaneamente de um cérebro físico preso a crendices, medos, condicionamentos e limitações Entretanto, quando a pessoa começa a se libertar de suas "barreiras" e a transcender a si mesma, também começa a ocorrer um fenômeno conhecido por diversos nomes: projeção astral, projeção da mente, desdobramento espiritual, projeção da consciência, sair consciente do corpo físico, experiência fora do corpo (EFC), viagem astral, etc. Porém, para mim, que vivencio este fenômeno todas as noites, passei a considerá-lo como um estado de "CONSCIÊNCIA EXPANDIDA", através do qual, posso pesquisar, investigar, analisar, realizar experiências, etc..."

Sexualidade e Homossexualidade

Para mim esta questão de sexualidade e homossexualidade é relativamente simples…

Se uma consciência “masculina” nascer em um corpo feminino, sendo suas lembranças e tendências naturalmente “bloqueadas” pelo nascimento, vai sentir-se feminina, vai aprender a brincar de bonecas, de casinha, vai aprender a se maquilar, a usar vestidinhos, gostar de meninos, etc.

Se uma consciência “feminina” nascer em um corpo masculino é a mesma coisa, ou seja, vai sentir-se masculino, vai aprender a brincar de caminhãozinho, jogar bola, gostar de meninas, etc.

O problema é que para algumas pessoas (ou talvez todas, dependendo do que poderíamos chamar de “freio consciencial” que eventualmente possuam em maior ou menor grau, diante de determinadas coisas ou situações) “o fino fio que separa” lembranças instintivas e tendências masculinas ou femininas, pode ser rompido ou ultrapassado, através de um ato, um contato, uma peça de roupa feminina ou masculina, a visão de uma figura, de uma imagem, de uma pessoa, um olhar, um sorriso, uma palavra, um pensamento, etc., despertando instintos que estavam naturalmente adormecidos, dando a impressão, as vezes, da pessoa “já ter nascido com aquilo”

Certas ou erradas estas pessoas certamente responderão diante de suas próprias consciências pela sua conduta, pelos seus atos, pensamentos, sintonias, vibrações, vínculos, sentimentos e palavras, bem como, das respectivas consequências que por ventura causarem a outras pessoas.


Artigos Relacionados

  • » Observando o céu
  • » Observando alienígena
  • » Marido preso
  • » Mudança rápida de ambiente
  • » Em um corpo tatuado
  • » Torrões de solo
  • » Percebendo o envio de mensagem pelo celular
  • » Duas mulheres em outro planeta
  • » Depois da morte
  • » Pessoas em desespero
  • 11 Comentarios Até agora

    1. Anderson disse:

      Desculpe-me, Sr. Roberto, pela minha ignorância, mas não entendi muito bem o que o senhor quis dizer neste artigo. Principalmente no que se refere a ter que responder à minha própria consciência pela minha conduta. Sou homossexual e gostaria que o senhor me explicasse melhor a respeito. Será que minha condição sexual é de fato importante para minha evolução espiritual? A forma como expresso o meu amor carnal, assim como qualquer heterosexual, pode me impeder de sentir o verddadeiro amor, o amor incondicional? Sou um leitor bastante interessado nos seus artigos e até agora este foi o único que me deixou interrogações.

      Grato,

      Anderson.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Anderson

        Todos nós, sempre teremos que responder por nossos atos diante de nossa própria consciência

        Ou seja, nada e nem ninguém que seja externo a nós, tem o direito de nos julgar, a não ser nossa própria consciência

        Eu entendo que nossa consciência tanto pode se manifestar em corpos masculinos como em femininos, conservando e ou despertando em si, gostos, preferencias, tendencias, impressões, sensações, etc, de encarnações anteriores

        Por isso, a condição sexual de uma pessoa não me parece ser importante para a evolução espiritual e nem empecilho para sentir amor

    2. Julio Cesar disse:

      E aqueles que buscam a verdade, mesmo pela sua condiçaõ? Como o meu caso. eu por exemplo como não tenho interesse pelo outro sexo, optei em ter uma vida celibataria mesmo pela minha condição sexual. Por essa condição , hoje tenho 36 anos , vejo que nada posso fazer a não ser viver assim. Não me sinto sozinho. Não tenho interesses de ter filhos ou ter ou companheira mesmo um companheiro. Alguem para viver o resto da vida.E simpes. Sinto me confortavel dessa condição de não constituir familia. Seja la qual for.Parece que estou sendo frio.Mas nao é. Acho que não me sinto preperado para criar e educar um outro ser humano.Sou muito caseiro.não sou de viver uma vida arregada de prazeres. nem tenho interesse nisso.Tenho grandes aspiraçoes, aspiraçoes de um mundo melhor para todos e o conhecimento e a busca da verdade é que me move. Tenho grande interesses de conhecer outros lugares mas ate agora esta sendo inviavel para mim. Tenho que desembaraçar minha vida. Quero encontrar respostas e ter experiencias uteis. Isso é o meu maior desejo…. E mais uma vez seu Roberto não estou criticando ou zangado com isso. Só tenho a agradecer. E Deus o ilumine cada vez mais.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Julio

        Cada um tem o direito de viver e fazer o quê quiser de sua vida

        Meu texto busca apenas ajudar as pessoas a entenderem determinados aspectos da sexualidade

        Sugiro que leia também minha resposta para o Anderson, logo acima

        • Caro Julio , bom dia :

          Desculpe-me ,mas li a sua pergunta
          ao Sr.Roberto e gostaria de dar a minha
          opinião. Vc já ouviu falar em GNOSE ?
          gnose foi um curso cujo conteúdo principal
          era a ocultismo, esse curso me trouxe res-
          postas para dúvidas que eu tinha sobre
          a vida , de uma tal maneira que nunca mais
          encontrei algo semelhante ,gnose quer dizer
          conhecimento. Tenho ainda apostilas do curso
          que poderei xeroca-las caso se interesse. Moro em Santos-SP

    3. Sarah disse:

      Olá Sr. Roberto Pineda, sou leitora deste site há um bom tempo e parabenizo-o, queria saber sobre a questão da bissexualidade, como se explicaria?

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Sarah

        Eu entendo que nossa consciência pode se manifestar tanto em corpos masculinos como em femininos e também despertar sensações/impressões tanto de um como de outro

    4. Vanderson Petter disse:

      Olá Roberto!
      Nos podemos escolher se podemos encarnar num corpo masculino ou feminino, ou alguém ou algo que decide por nos?

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Vanderson Petter

        Eu entendo que antes de nossa consciência reencarnar, ou seja, antes se manifestar no físico, ela sabe, sente, percebe e atrai para si aquilo conforme suas necessidades, oportunidades e preferências

        Nada e nem ninguém tem o direito de decidir algo por nós, exceto quando solicitamos a ajuda e ou orientações para tal

    5. Alexandre Carnevale disse:

      Dr Roberto, boa noite!
      Sou homossexual e sou estudante do espiritismo há 3 anos. Estou vivendo uma situação que me fez encontrar seu site. Já tive uma vida sexual ativa, mas nos últimos anos não tenho relações sexuais, mas desejos, pensamentos e masturbações frequentes. Alguns meses se passaram e tenho percebido uma presença na minha cama. Minha cama afunda e percebo muitos toques em mim. Meu corpo todo queima e meu coração acelera muito o que não me deixa dormir. Sinto vibrações muito fortes emitidas para mim, como de forte desejo e mesmo obesessão. Estou sempre cansado, estafado e até nervoso. No meu centro não me responderam a minha pergunta. Tenho uma forte intuição de que não é um desencarnado e sim alguém em projeção astral. Soube a pouco, através de pesquisas na internet, que a pessoa pode fazer isso mesmo acordada. Desconfio de ser uma mulher que me deseja muito, mas que sabe que não a quero. Minha vizinha. Como agir num caso como este? Quero aprender a fazer isso também e me defender disso!!! Por favor, preciso de ajuda. Abraços!

    6. Ana Paula Torres disse:

      Bom, pelo que entendi houve uma troca de pensamento entre orientação sexual e identidade de gênero. Pois uma pessoa pode não se identificar com o corpo masculino com o qual nasceu e ainda assim se sentir atraído por mulheres. Ser homossexual não faz de nós pessoas mal resolvidos com a nossa identidade de gênero, eu por exemplo me sinto bem no meu corpo feminino e ainda assim gosto de mulheres. Uma coisa não depende necessariamente da outra.


    Observando o céu

       Esta noite (16/07/2017) observei que muitas pessoas no astral, ...

    Observando alieníge

     Hoje (08/07/2017) voltei de viagem e depois de dirigir ...

    Marido preso

        Hoje (17/06/2017) eu estava no astral quando fui ...

    Mudança rápida de

       Hoje (15/05/2017) eu estava projetado observando o movimento de ...

    Em um corpo tatuado

       Na segunda-feira (24/04/2017) eu estava projetado e entrei em ...