"O QUE É PROJEÇÃO ASTRAL?
Todas as noites, nossa consciência deixa de se manifestar no corpo físico e passa a se manifestar livremente num universo infinito de coisas fantásticas e maravilhosas... Habituada a esta situação, nossa consciência anseia por se libertar desligando-se instantaneamente de um cérebro físico preso a crendices, medos, condicionamentos e limitações Entretanto, quando a pessoa começa a se libertar de suas "barreiras" e a transcender a si mesma, também começa a ocorrer um fenômeno conhecido por diversos nomes: projeção astral, projeção da mente, desdobramento espiritual, projeção da consciência, sair consciente do corpo físico, experiência fora do corpo (EFC), viagem astral, etc. Porém, para mim, que vivencio este fenômeno todas as noites, passei a considerá-lo como um estado de "CONSCIÊNCIA EXPANDIDA", através do qual, posso pesquisar, investigar, analisar, realizar experiências, etc..."

Expulsando uma Entidade

Numa noite, há poucos dias atrás, eu estava começando a sair projetado quando uma entidade lançou-se sobre mim, agarrando-me pelo pescoço.

Eu podia sentir o peso dela sobre mim…

Dei-lhe um safanão, empurrando-a.

Aí com surpresa vi quem era

Não vou identificá-la, pois algumas pessoas que leem meus relatos a conheceram e não quero causar choque em ninguém e nem constrangimentos desnecessários.

Entretanto, posso dizer que se trata de uma pessoa que desencarnou há alguns anos e que curiosamente foi uma das que eu mais ajudei em sua vida física.

Sem pensar, instintivamente reagi tentando expulsá-la da minha casa, pois compreendi/senti/percebi suas intenções e sentimentos.

“Saia daqui… suma… desapareça… você está prejudicando todo mundo nesta casa!!!” – eu disse esbravejando com ela

Eu já desconfiava da ação de tal entidade, pois ultimamente todos os meus negócios não dão certo, causando-me enormes prejuízos… Além do quê, a ação de tal entidade é tão intensa que minha esposa, mais influenciável, tem adquirido, às vezes, os trejeitos, os modos, as atitudes e até a forma de falar daquela pessoa, reagindo de forma agressiva e intempestiva, com inúmeros sintomas físicos de dores, enfermidades e problemas psíquicos.

Uma entidade mal intencionada pode fazer com que negócios não sejam realizados, influenciando negativamente uma das partes. Geralmente uma pessoa encarnada, quando sofre este tipo de influencia, acha que são seus próprios pensamentos que a estão alertando.

Por exemplo, uma entidade inspira na pessoa encarnada algo do tipo:

“Não faz esse negócio não… esse negócio não presta…”

Ou então, inspiram na pessoa encarnada, sentimentos de culpas, que os assimila de forma inconsciente, gerando dores e enfermidades

 

Às vezes, quando o encarnado permite de forma inconsciente, tal influencia beira a uma espécie de possessão

Consciências mais esclarecidas geralmente não interferem porque percebem que os desdobramentos, as consequências e reflexos de determinadas situações acabam gerando aprendizados importantes das pessoas envolvidas, sejam encarnadas ou desencarnadas.

Tal entidade desencarnou em situação desesperadora causada pela própria enfermidade

Pelo que eu sei foi socorrida, porém, pelo que eu sei agora, ela não ficou quieta, deu vazão as suas mágoas e revoltas, culpando as pessoas e consequentemente se identificando e sendo atraída para densas regiões umbralinas

É interessante observar que mesmo se fazendo o bem a determinadas pessoas, elas acham que você poderia ter feito muito mais e se enchem de rancor, voltando toda sua fúria contra você.

Cada pessoa se acha muito importante, como se fosse um verdadeiro rei… e para um rei, tudo o que se faz ainda é muito pouco

As pessoas em sofrimento se revoltam até mesmo contra Deus. Numa ocasião um umbralino dentre outras coisas me disse: “Deus é na verdade o Grande Satã (Diabo), pois tem prazer em fazer seus filhos sofrerem…”

Desses exemplos dá para se ter uma ideia da revolta que pode ter uma pessoa que sofre

Também é interessante observar que mesmo para um projetor experiente, torna-se difícil encontrar uma pessoa desencarnada que não quer ser encontrada. Ela se locomove com rapidez e aprende e ou descobre meios de se esconder, sendo, às vezes, até ajudada nisso por outras entidades umbralinas

Pois bem, a tal entidade fugiu, se escondeu e eu não consegui encontrá-la em lugar nenhum.

Esta noite (06/12/2007), consegui encontrar o lugar onde ela fica (mora) nas regiões umbralinas. É um lugar horrível, as coisas parecem podres e se despedaçam facilmente. Descobri que ela tem três mudas de roupas (uma roupa em uso no corpo astral) e guarda duas delas em buracos nas paredes de uma caverna

 

Com raiva e manifestando intensa vontade flamejei e destruí uma daquelas roupas (plasmadas) para demonstrar a tal entidade que eu estive ali e que posso reagir as suas ações e ataques a mim e à minha família

Tenho percebido/compreendido através de minhas experiências que somos nós mesmos, de forma inconsciente, por sensação de culpa, por percepção de nossa consciência, que impomos nossos sofrimentos e que por isso mesmo NINGUÉM tem o direito de nos fazer sofrer, seja por qual motivo for.

Sei que comprei briga feia com tal entidade e com seus “aliados” das regiões umbralinas

Mas também sei que é uma oportunidade que eu tenho para tentar ajudar “despertando” aquelas pessoas para a realidade do que são e de onde estão tirando-as de lá

Conseguirei???

Não sei, mas vou tentar…

__________________________________

Nos dois últimos dias (ontem 07/12/2007 e hoje 08/12), não vi mais a tal entidade no astral e parece que ela se afastou, pois minha esposa está feliz, não teve mais crises e minha casa está em paz.

Não temos que tolerar ingerências e interferências em nossas vidas físicas, seja de encarnados ou desencarnados…

Não sou o tipo de pessoa que fica na dependência de auxílio de entidades mais esclarecidas, pois percebi através de minhas projeções que quanto mais esclarecida for uma entidade, menos ela interfere no plano físico.

Este é um dos aspectos importantes da PROJEÇÃO, pois o projetor passa também a perceber e reagir às ações de umbralinos

Parece-me que não há especificamente um limite de influência para umbralinos sobre encarnados, exceto se a pessoa encarnada mantiver uma boa vibração… Mas aí eles atacam os familiares e as pessoas próximas que geralmente por falta de informação, de entendimento e percepção se tornam suas vítimas.

Ou seja, é “uma via de mão única” somente enquanto os encarnados o permitirem.


Artigos Relacionados

  • » Um anjo no céu
  • » Leitos 6 e 7
  • » Estréia documentário "Voadores"
  • » Forno crematório
  • » O diabo no telefone
  • » Observando o céu
  • » Observando alienígena
  • » Marido preso
  • » Mudança rápida de ambiente
  • » Em um corpo tatuado
  • 3 Comentarios Até agora

    1. FREEMASON disse:

      É por isso que ”aprisionamos ” entidades inúteis com
      prisões energéticas de cada loja. Não queremos interferências de seres inúteis em nossas vidas. Uma pessoa não vai mudar pelo simples fato de desencarnar, as vezes vai até piorar, é por isso que repelimos e expurgamos e quando for o caso aprisionamos seres asquerosos com nossas egrégoras.

    2. Roberto Pineda disse:

      Olá Freemason
      Aos poucos as pessoas começam a entender que não se deve permitir ingerências em suas vidas

    3. Alexandre disse:

      Exatamente, quando estou com uma boa vibração os ataques afetam coisas e pessoas ao meu redor mas se minha vibração está baixa logo sinto o ataque direto deles. Você afirma coisas que eu já suspeitava mas que não tinha certeza sobre tais fatos pois estão ocultos aos nossos olhos físicos.


    Um anjo no céu

           Esta noite (08/10/2017) eu estava projetado dentro ...

    Leitos 6 e 7

       Esta noite (29/09/2017) adquiri consciência em plena atividade ...

    Estréia documentár

        Evento para convidados na estréia ontem (24/09/2017)  no ...

    Forno crematório

        Esta noite (04/09/2017) fui atraído pelas vibrações, sensações ...

    O diabo no telefone

         É interessante observar como, mesmo num ambiente onde ...