"O QUE É PROJEÇÃO ASTRAL?
Todas as noites, nossa consciência deixa de se manifestar no corpo físico e passa a se manifestar livremente num universo infinito de coisas fantásticas e maravilhosas... Habituada a esta situação, nossa consciência anseia por se libertar desligando-se instantaneamente de um cérebro físico preso a crendices, medos, condicionamentos e limitações Entretanto, quando a pessoa começa a se libertar de suas "barreiras" e a transcender a si mesma, também começa a ocorrer um fenômeno conhecido por diversos nomes: projeção astral, projeção da mente, desdobramento espiritual, projeção da consciência, sair consciente do corpo físico, experiência fora do corpo (EFC), viagem astral, etc. Porém, para mim, que vivencio este fenômeno todas as noites, passei a considerá-lo como um estado de "CONSCIÊNCIA EXPANDIDA", através do qual, posso pesquisar, investigar, analisar, realizar experiências, etc..."

Encontrei minha mãe no astral

Encontrei minha mãe no astral  Esta noite (14/05/2015) encontrei minha mãe no astral
Ela desencarnou em 1966 e atualmente está reencarnada numa menina/moça de 16 anos
A atual aparência dela nada tem a ver com a aparência anterior
Sei que é ela, devido a uma experiência anterior, conforme poderá ser lida no link abaixo:
É interessante observar como é o relacionamento no astral com quem está reencarnado
A consciência dela não me reconheceu
Os vínculos com o físico, na atual reencarnação dela, estão muitos fortes
Ou seja, a consciência dela está totalmente voltada para a atual reencarnação e não demonstrou lembranças da reencarnação anterior
Entretanto,  senti e percebi pelos pensamentos e sentimentos dela que intuitivamente ela sentia algo forte por mim, como se eu fosse velho conhecido
O pai dela, nesta atual encarnação, veio visitar ela (que mora com a mãe genética dela) e estava acompanhado da atual esposa (atual madrasta da minha mãe), ambos fora de seus corpos fisicos, me percebeu e parou a uma certa distância
Senti/percebi que ele demonstrava certo respeito pela minha presença ali, provavelmente ele intuiu a ligação de mãe e filho e não quis nos incomodar
Achei legal este comportamento dele, ainda que provavelmente instintivo, porém voltei a atenção para a minha mãe, aproveitando o momento com ela
Senti/percebi que ela me tratava com carinho
Tive vontade de abraça-la, beijá-la, contar quem era eu, porém, não podia fazer isso
A emoção foi muito forte, mexeu com meu metabolismo e acabei despertando no físico
_______________________________
Hoje passei boa parte do dia, refletindo sobre isso
Tudo o que mais precisamos nessa vida é PERCEPÇÃO
Percepção gera ENTENDIMENTO
Com percepção e entendimento não precisamos de deuses
Não precisamos de mestres, guias e nem governantes
Não precisamos de mundos físicos e nem de coisas físicas
Precisamos apenas de coração e alma, para perceber e entender

Artigos Relacionados

  • » Ele saiu das regiões umbralinas
  • » Transe hipnótico grupal
  • » Chicotadas
  • » Um paraíso se desvanecendo...
  • » Um capeta e depois outro
  • » Vai demorar ???
  • » Escuridão total
  • » Hospital de caridade
  • » Reassumindo o corpo astral
  • » Uma mulher alta
  • 52 Comentarios Até agora

    1. Marcus disse:

      E eu aqui lendo seus textos. rs
      Fico fascinado! *~*
      São tantas as coisas para descobrir, conhecer… São tantos mistérios…
      Pineda, você acredita em Deus (Jeová)? Jesus? Lendo seus relatos, me bateu esta curiosidade. Para vc, tudo teve um início? Se sim, quem criou, como se formou, etc? Vc acha também que religião foi (e é) um atraso para a Humanidade?

      (Desculpa, é que sou muito questionador. Me falam muito isso: “Mas tu és muito curioso!” kkk)

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Marcus

        Uma das coisas mais importantes que descobri, através de minhas projeções, é que todos nós somos consciências livres e independentes

        Eu entendo que nossa consciência sempre existiu e que nossa individualidade se desenvolveu através dos tempos

        Sem dúvida, onde prevalecem a percepção e o entendimento, não há necessidades de religiões

    2. lucas disse:

      Minha vó reencarnou na minha sobrinha,ela tem mesmo jeito que minha vó senti no primeiro dia que a vi que minha vó tinha voltado mais o carinho que ela tem é mesmo

    3. MarcosAYS disse:

      Roberto Pineda, como sempre é maravilhoso ler as suas experiências projetivas. Servem de estímulo para todos que seguem o caminho do esclarecimento espiritual. Muito obrigado por compartilhar conosco. Fui!!!

    4. antonio disse:

      voce pode reconhcer o rosto da sua mae ? se ela estiver reencarnada aqui na terra voce pode visitar ela se reconhecer o rosto,

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Antônio

        Sim, eu sei quem ela é

        Porém, não posso ir até ela

        Se no astral ela não me reconheceu, no físico seria pior

        • eu reconheço inha mamae pelo geito doido dela essa mulher na foto e ela tenho 110 anos e ela 40

        • Anderson disse:

          Olá estava lendo esse tópico sobre projeção astral no seu site e achei interessante, pois aconteceu comigo duas vezes na vida,
          a ultima eu senti um arrepio no pescoço e poucos movimentos nas mãos dai eu tipo meio que sair do corpo não sei te explicar so sei que eu gritava chamava alguém e ninguém me ouvia tentava mexer algum membro meu e nada, estava com medo parece que tinha alguém ao meu lado uma coisa ruim, meia fria eu arrepiava o pescoço tudo, dai eu ainda nesse efeito estava gritando e tentando acorda foi uns 10 minutos assim ate que consegui acorda, foi como se eu tivesse no fundo de uma piscina e voltasse a superfície novamente tentando respirar ai acordei, já a primeira experiência eu estava dirigindo um carro em alta velocidade tendo bastante prazer e era um carro de luxo que eu sonhava, sinceramente era muito mais real que um sonho era como se eu estivesse fazendo aquilo mesmo. Roberto Pineda gostaria que me fala-se o que acha sobre o que aconteceu comigo ?

          • Roberto Pineda disse:

            Olá Anderson

            Pelo que descreve, você entrou na chamada “Catalepsia Projetiva”

            Isso acontece devido sua consciência já estar se manifestando parcialmente no corpo astral e por isso, você tenta mexer o corpo físico e não consegue

            Quando isso acontecer novamente, mantenha a calma e inicie um suave balouçar com seu corpo astral que você sai totalmente do físico, podendo ir para aonde quiser

            As impressões de ter alguém do lado, geralmente são criadas pelo medo de que isso aconteça

            Não se preocupe, pois ainda que tenha alguém por perto, ninguém pode nos fazer mal no astral

            Quanto ao sonho, geralmente são misturas que o cérebro físico faz de coisas do astral com coisas do físico

    5. Olá Sr Pineda!
      Acompanho seus relatos há um ano, acho que li todos, bem como as perguntas e respostas. Fiquei muito impressionado com o encontro com sua mãe e o mais curioso foi que mesmo no astral ela não tinha ciência de quem você era. Isso me leva a concluir que somos consciências solitarias, haja vista que em algumas vidas estamos na companhia de alguns e em outras na companhia de outros completamente diferentes e assim vamos tentando evoluir. Parece que em cada vida somos um personagem é só nos damos conta disso quando desencarnamos e nos deparamos com a verdade.
      Seria mais ou menos assim que é esse ciclo de morte e reencarnação?
      Assisti um filme “Minha vida em outra vida” que conta uma história que poderia ser semelhante ao seu relato, pois a mãe reencarnada encontra com os filhos ainda vivos da vida anterior. O Sr poderia encontrar a sua mãe aqui no físico? Isso deve ser evitado? O que o Sr acha sobre relação grupocarmica? As consciências estão sempre reencarnando no mesmo grupo com algum objetivo comum? Escolhemos nossa família e esposa?
      Desculpa fazer tantas perguntas, mas são muitas dúvidas e sinto muita confiança e sinceridade no Sr.
      Ainda não consegui uma projeção lúcida, mas continuo tentando.
      Agradeço e parabenizo pela sua iniciativa, tenho certeza que tem ajudado muitas pessoas.
      Obrigado…!!!!

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Alexandre

        Aqui no físico a percepção fica bloqueada

        Ou seja, é uma espécie de imersão total

        Porém, é algo provisório, pois tão logo a pessoa comece a abrir a percepção para o astral, passará a se lembrar

        Eu entendo que ao desencarnar, nossa consciência sente, percebe e compreende as próprias necessidades, possibilidades e oportunidades de reencarne

        As vezes, o reencarne acontece num grupo de afetos, porém, nem sempre isso é possível, pois as necessidades, possibilidades e oportunidades podem ser em grupos diferentes

    6. charles disse:

      Muito legal, obrigado por compartilhar suas experiências.

    7. Lucas disse:

      Experiência emocionante. Incrível o entendimento e percepção que o astral pode proporcionar.

    8. Gisele Jeane Silva disse:

      Ola, Roberto Pineda!

      Encontrei seu site buscando resposta e orientação para um sonho que tive ontem a noite. E, confesso, fiquei surpresa ao ler a narrativa do encontro com sua mãe… Muito semelhante a ambiência de ambos…
      Mas, antes de contar-lhe o meu encontro, preciso contar-lhe o que aconteceu antes:

      Ha 3 anos comecei a estudar Arabe, meu 5. idioma. Desde muito pequena me identifico com essa cultura, sua Arte – em especial a musica, Historia, sua culinaria, vestimentas, etc, sempre foi meu sonho aprender o idioma e mudar-me para um pais arabe, mas somente agora tive a oportunidade de começar a estuda-lo. De uma familia grande, sou a unica que tem feiçoes arabes, e, no exterior, sempre me confundem, sem identificarem-me como brasileira.

      Na mesma noite, deste primeiro dia de aula, e ja fora o ambiente da escola, fui tomada por grande emoção, de uma maneira muito estranha e forte, ao reconhecer “o homem da minha vida”, a “minha alma gemea”. Senti o mesmo quando re-conheci seu pai e uma de suas irmãs – a qual tambem se identificou de imediato comigo. Controlei-me na hora, mas depois, em casa, chorei muito mesmo, de alegria, de felicidade, sem entender direito o que estava acontecendo naquele dia. Mas sabia que o nosso reencontro era o motivo.
      Ele foi muito discreto, no começo, mas logo depois começou a dar sinais de sua simpatia e interesse por mim.
      Infelizmente, eu acho que acabei causando seu distanciamento com um comportamento infantil da minha parte, reconheço. Quando dei-me conta da bobagem que fiz, comecei a desculpar-me mentalmente com ele ao mesmo tempo que lhe enviava vibrações de amor, de gratidão e de felicidade. Desde então, “conecto-me” com ele (praticamente) todos os dias, e envio-lhe Amor e bençãos.
      Desde aquele dia, do encontro eu NUNCA havia sonhado com ele, o que em 3 anos me deixava um pouco frustrada, é verdade.
      Esse tempo passou, e, anteontem, sonhei que estavamos conversando informal e divertidamente com uma terceira pessoa, que não sei quem e, mas ele demonstrava-se muito atencioso e interessado por mim. E ontem, de novo! Sonhei que estavamos apenas os dois, num lugar muito tranquilo, sentados muito juntos, de frente um para o outro, quase grudados, sem dizer uma palavra sequer, apenas fitando-nos de vez em quando, e as vezes cabisbaixos, apoiando-nos suavemente pela testa. O carinho e a ansiedade que nos envolviam eram muito intensos. E nem uma palavra sequer. Mas sentiamos ambos muita felicidade por nos vermos de novo. Apesar dessa intensidade, havia muita tranquilidade e confiança em torno de tudo.
      Não sei o que me fez acordar. No entanto, quando acordei e me dei conta do que havia sonhado, pensei que ficaria o dia todo euforica. Porem, esse sonho deu-me uma calma muito grande, pois sentia a mesma tranquilidade e confiança que senti no sonho. Somente mais tarde, pensamentos mais racionais e conscientes fizeram-me questionar o que haveria sido aquele sonho. Conheço um bocado, mas não sigo a doutrina espirita. No entanto, ja tive pelo menos duas experiencias marcantes de desdobramento na minha vida e que depois confirmaram-se. E esse encontro pareceu-me muito real! Ainda assim, gostaria muito de ouvir a opinião e explicações de um especialista e experiente nesse assunto. Não quero iludir-me; e 3 anos poderia ser considerado platonico se eu não tivesse tanta certeza de que, pode ainda levar muito tempo, mas nossa união se concretizara – por mais absurdo e improvavel (por uma serie de razões) que isso possa parecer.

      Agradeço-lhe desde ja, pois tambem gostei muito da maneira como aborda varias questões.

      Um grande abraço,

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Gisele

        Todas as vivências que temos no astral, ficam na memória de nossa consciência

        Mesmo que o cérebro físico da pessoa não se lembre com clareza ao despertar, ficam as impressões e sensações, que funcionam de forma intuitiva

        Se você sente que vai encontrar com ele novamente, mesmo com todos os obstáculo, provavelmente isso acontecerá

        • Gisele disse:

          Obrigada por sua atenção em responder-me, Sr. Roberto Pineda!

          Sue resposta inspirou-me uma outra questão instigante.
          Como saber diferenciar que o que “sentimos” em relação a acontecimentos futuros é, digamos, uma prova de probabilidade (que isso acontecera) e não um estado no qual nos colocamos conscientemente por meio de “pensamento positivo” para a concretização de um futuro que desejamos?

          Como distinguir um estado do outro?

          (Espero que eu tenho conseguido me fazer entender…)
          Muito Obrigada por sua paciência. 🙂

          • Roberto Pineda disse:

            Olá Gisele

            É diferente, sentir o que vai acontecer, de forçar/criar/imaginar

            O quê vai acontecer, você sente, percebe

            O que você cria, obedece a sua vontade

            Quanto mais lucidez você tiver na projeção, mais fácil será distinguir

    9. Patrícia disse:

      Olá Sr. Roberto Pineda!
      Seus relatos de experiências são vívidos, de uma conotação de quem realmente experimenta algo. Passam uma sobriedade ímpar. É para mim, uma inspiração para buscar cada vez mais desenvolver minhas potencialidades internas.
      Fraternalmente,

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Patrícia

        Isso mesmo, procure desenvolver suas potencialidades e despertar a consciência, pois nos ajuda a entender muitas coisas que antes não sabíamos

    10. Kelly disse:

      Não consigo me projetar ainda… Tentei de tudo e ja cheguei a sentir o EV por 1 minuto, logo me desconcentrei na 1 tentativa…

    11. Francisco Grilo disse:

      Achei estes dois relatos muito lindos. :’)
      Felicidades e cumprimentos!

    12. Pedro disse:

      Olá Roberto mas e se eu não quiser reencarnar? e se eu quiser ficar sempre no astral eu é que mando se quero ficar la?

      e a tua mae agora é uma criança? estranho rs morreu e nasceu denovo não achas?

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Pedro

        Todos nós somos consciências livres, independentes e por isso podemos fazer o que quiser no astral e ou depois que desencarnamos

        Entretanto, ao desencarnar a consciência sente, percebe e compreende suas necessidades, possibilidades e oportunidades de reencarne

        Por isso, a consciência reencarna aqui no físico, quantas vezes achar que isso é necessário

    13. clara disse:

      Sr. Pineda, há todo um estudo, mobilização de outros espíritos mais evoluídos que ajudam numa nova reencarnação.

    14. Silvia Moraes disse:

      Olá, Roberto!
      Que bacana este relato!
      Sua mãe reencarnou no Brasil? No estado de São Paulo?
      Abraço.

    15. Renan disse:

      Incrível essa experiência. Simplesmente sensacional. Roberto, tenho uma dúvida. Se sonho que estou com alguém, eu estou “plasmando” tudo em minha volta? Ou realmente estou no astral com essa pessoa?

    16. iza disse:

      Roberto simplesmente amei sua pagina. Tiro muito de minhas duvidas aqui… Te leio todas as noites antes de dormir.. Me conforta dá paz… Dia 16 de maio15 tive outra projeção parei na cozinha de a senhora que conversava com outras senhoras. Entretanto eu conversava com elas e elas não me respondiam!!! Sera q ela não me enxergavam ali??? No mais sai dali rapidinho. Do lado de fora havia uma onça preta não me fazia mal mas senti que queria me assustar poderia ela ser fruto da minha imaginação ou alguem q se materializou em animal???

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Iza

        Pelo que descreve, provavelmente você estava em estado mais sutil e por isso, elas não enxergavam você.

        Sim, algum desencarnado pode ter criado/plasmado aquela onça para assustar e desestimular você

        Umbralinos e vampirizadores não gostam de serem vistos

        Não tenha receio e nem medo de nada, pois ninguém pode nos fazer mal no astral

    17. Rodrigo disse:

      Olá , Roberto meus sonhos estão cada vez mas vivido e digamos mas intensos , em poucos horas de sonho eu faça centenas de coisas e me lembro bastante ao acordar agora mesmo eu me lembro o ultimo e nem se quer o anotei num caderno , sendo que o interessante é que quando eu vejo que é sonho e começo ver diferente as coisas logo em instantaneo sou transferido onde que que eu esteja direto pra minha casa de infancia

      Ontem eu estava na casa de minha vó em sonho com meu irmão e quando notei que era sonho eu fui direto transportado para essa casa que nasci e vivi quando criança… que sempre relato aqui

      Só que não posso me mover muito , se eu ficar parado eu continuo vendo tudo nitido e ficando cada vez mais , só que não da pra ficar parado pois fico curioso e quero andar , mas se eu andar eu começo a perder a nitiddez das coisas

      Ai começa a luta pois ao andar pela casa eu fico em dois lugar ao mesmo tempo ciente lá e deitado na minha cama , ai fica o vai e vem , sendo que da ultima vez consegui segurar bastante sem acordar totalmente , antigamente eu ficava uns 10-20 segundos sem acordar totalmente , hoje ja consigo segurar mais

      Ein! Roberto quando a pessoa fica em dois lugares ciente tem como não acordar , pois comigo eu acordo , tem alguma maneira de transfeir minha consciencia pra lá e evitar que eu acorde , Obrigado !

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Rodrigo

        Fique tranquilo e continue suas experiências

        Aos poucos, você vai conseguindo maior desenvoltura e liberdade no astral

        Quando estiver em dois lugares ao mesmo tempo, procure se concentrar mais no lugar onde quer ficar

        Procure sutilizar suas vibrações, isso ajuda muito nas experiências

    18. Martins disse:

      Sr. Pineda, será que ao desencarnar, a pessoa passa a ter a lembrança de todas as vidas vividas? Senão não faria muito sentido.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Martins

        Sim, ao desencarnar passa a ter lembrança integral de tudo o que vivenciou, nesta e em outras vidas

        Para uns esta percepção do passado vem mais rápido, para outros mais lenta

    19. Márcio disse:

      Boa tarde, Roberto!

      Hoje, durante a madrugada, vivi uma experiência completamente distinta de todas as outras que já me ocorreram. Não estava em astral, dormindo, tão pouco sonhando, foi no plano físico. Um acontecimento curto, porém, tão real e intenso que até agora me questiono: o que foi aquilo?!
      Acordei no meio da noite para ir ao banheiro, como de costume. Sem me surpreender, notei o quarto iluminado, uma luz branca, muito forte, que vinha da porta clareava todo o ambiente. Levantei-me tranquilamente e caminhei pelo apartamento sem me incomodar ou assustar com a presença de um ser de luz posicionado logo mais à frente do banheiro, passei por ele como se tudo aquilo fosse muito natural, não o cumprimentei, nem me dei conta de nada – a sensação era de anestesia – estava com muito sono, entretanto não creio que era isso que interferia na minha reação, penso que aquela presença me tranquilizava e impedia que me assustasse. Assim, fui ao banheiro, fiz o que tinha de fazer, passei novamente por ele, voltei para o quarto, deitei e dormi.
      O dia já estava clareando quando novamente despertei assustado, só então me pus a refletir, impressionado com o que presenciei horas atrás, não fazia ideia de quem ou o que me visitou àquela hora da noite…
      Sr. Pineda, o senhor saberia me explicar essa nova experiência? Eu estava mesmo acordado? É mesmo possível contato com espíritos no plano físico?

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Márcio

        Sim, pelo que descreve, sua consciência estava se manifestando tanto no astral, como no físico, ao mesmo tempo

        Isso já aconteceu comigo algumas vezes

        Quando acontecer novamente, fique tranquilo e procure explorar a experiência o melhor que puder

    20. Pedro disse:

      Olá Roberto Mas quando a pessoa volta a nascer denovo no fisico então a pessoa deixa de existir no astral?

      tipo a tua mae morreu e foi para o astral mas depois reencarnour entao saiu do astral e foi para o fisico?

      tenho mais uma outra pergunta Como faço quando eu sair do corpo para eu ver tudo nitido e ter controlo por tudo

      e como eu posso Encontrar o Senhor Roberto no astral dá para nós conversarmos ?

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Pedro

        Nossa consciência nunca deixa de existir

        Ao reencarnar, nossa consciência apenas se manifesta no físico

        Todas as noite voltamos para o astral

        Procure sutilizar suas vibrações, pois isso ajuda em muito a conseguir lucidez e desenvoltura no astral

        Para sutilizar suas vibrações, procure desenvolver e manter uma constante (padrão vibratório) de bons pensamentos, sentimentos, atos, palavras e sintonias

        O plano físico é muito denso e o plano astral muito sutil

        Por isso torna-se necessário amenizar/reduzir as diferenças vibratórias entre os dois planos

        Quando estiver no astral, para nos encontrarmos, basta se concentrar firmemente

    21. Nimai disse:

      Olá Roberto,
      Seus relatos são muito inspiradores, aprendi muito lendo eles, principalmente as perguntas e respostas.
      .
      Certa noite entrei em e.v, só não conseguia sair do corpo por que tenho medo de desencarnados, mas eu escutei uma mulher falando pra me sair e ir direto para o espaço, não pude ver o rosto dela mas senti a boa energia que ela passava, você acha que ela é algum tipo de protetora minha ou apenas estava ali no momento? Ou seria minha mãe? (que era a única mulher que estava no quarto comigo além do meu irmão).

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Nimai

        Você deveria ter saído, pois só assim perde o medo

        A primeira coisa que perdemos, através de nossas experiências, é o medo, pois percebemos que ninguém pode nos fazer mal no astral

        Pelo que descreve, se sentiu boas vibrações na pessoa, melhor ainda, poderia ter saído tranquilamente

    22. eDUARDO disse:

      Várias vezes meu amigo delegado fez uso de espíritas e ”paranormais” para localizar indícios de autoria e materialidade do delito do suspeito.
      Raras vezes eles falharam.
      A pergunta é : Como esses ”paranormais” atuam? Como eles conseguem enxergar fisicamente algo tão umbralino? Isso é clarividência.
      Há todo um ”esquema” do bem – coisa rara no Brasil- do modus operandi deles, pois fica difícil reduzir a termo e justificar no auto o modo como foi investigado.
      Mas que funciona, funciona. É impressionante ver a cara de desespero e culpa do réu. Eles acham que foram encontrados por dna, gravações ,etc… enquanto que a vidente entra na cena do clima e capta tudo.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Eduardo

        Sim, através de clarividência podemos sentir/perceber tanto coisas e acontecimentos do futuro, como também coisas e acontecimentos distantes

        Isso ocorre, porque nossa consciência está intimamente ligada ao todo, como se fosse uma gota de água no oceano

        Sei disso, por experiência própria, pois uma vidente sentiu/percebeu meu futuro, muitos anos antes, como uma clareza de minúcias de detalhes

        Como “denúncia anônima” pode-se justificar muita coisa

        Sim, é muito bom quando os resultados são eficientes

        Na medida em que as consciências evoluem em percepção e entendimento, deixam de fazer mal aos semelhantes, pois sentem/percebem que os semelhantes são intimamente ligados a si mesmas

    23. Gabriela gama disse:

      Ola Sr.Roberto. Tenho muita vontade de saber quem fui na minha vida passada,olho pro céu noturno parece que lá ta a resposta para tudo sobre mim,porém não consigo me projetar. A primeira vez que sofri catalepsia projetiva foi incrível ,eu cheguei em casa de manhã e cochilei tava bem avontade ,sonhei q tava na casa de uma amiga e de repente me senti tão leve e me senti sugada pro teto ,me assustei ,pensei que tava morrendo ,me deparei paralisada na cama e minha alma indo para o teto ,eu não tinha força contra aquilo eu tava muito leve ,minha alma so saía um pouco nos braços e no peito e na cabeça ,eu tinha 12 anos e pensava que era o diabo puxando minha alma kkkkkk ,depois disso ,ate num cochilo eu ouvia vozes e via coisas,hoje tenho 16 e o curioso e que só fico paralisada quando o medo e ativado em sonho ,ai começa o terror

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Gabriela

        Sim, no astral você pode descobrir o quê quiser

        Estando projetada, basta se concentrar no quê quer ver

        Isso que você descreve, é chamado de “Catalepsia Projetiva” e ou “Paralisia do Sono”

        É um fenômeno projetivo natural

        Isso acontece devido a consciência já estar se manifestando PARCIALMENTE no corpo astral e por isso a pessoa tenta mexer o corpo físico e não consegue

        Geralmente a pessoa entra em pânico, devido não ter entendimento do fenômeno, e aí as coisas só se complicam

        Quando acontecer novamente, mantenha a calma e inicie um suave balouçar com o corpo astral que você sai totalmente do físico

    24. Andressa disse:

      Com quantos anos você teve sua primeira projeção astral?

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Andressa

        Minhas projeções começaram quando eu era menino

        Porém, não me lembro exatamente quando foi a primeira

        Talvez tenha sido quando eu era bebezinho, pois me lembro de coisas desta época, como por exemplo, ver de longe minha mãe e minha irmã enrolando cobertas no meu corpo físico. Eu reagi com o incomodo e elas afrouxaram as cobertas

    25. Luis Silva disse:

      Olá Sr.Pineda,no Astral respiramos?,desculpe se minha pergunta for um pouco infatil,mas estou começando a aprender sobre esse “novo mundo” rs.
      Agradeço pela sua atenção.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Luís

        No astral não precisamos respirar, porém, nossos condicionamentos no físico, nos dão a impressão de falar, andar, respirar, etc


    Ele saiu das regiõe

                    Esta noite ...

    Transe hipnótico gr

              Esta noite (23/07/2018) eu estava ...

    Chicotadas

                 Ontem à noite (17/07/2018) ...

    Um paraíso se desva

          Esta noite (25/05/2018) fui atraído pelas vibrações ...

    Um capeta e depois o

          Esta noite (20/04/2018) eu estava projetado quando ...