"O QUE É PROJEÇÃO ASTRAL?
Todas as noites, nossa consciência deixa de se manifestar no corpo físico e passa a se manifestar livremente num universo infinito de coisas fantásticas e maravilhosas... Habituada a esta situação, nossa consciência anseia por se libertar desligando-se instantaneamente de um cérebro físico preso a crendices, medos, condicionamentos e limitações Entretanto, quando a pessoa começa a se libertar de suas "barreiras" e a transcender a si mesma, também começa a ocorrer um fenômeno conhecido por diversos nomes: projeção astral, projeção da mente, desdobramento espiritual, projeção da consciência, sair consciente do corpo físico, experiência fora do corpo (EFC), viagem astral, etc. Porém, para mim, que vivencio este fenômeno todas as noites, passei a considerá-lo como um estado de "CONSCIÊNCIA EXPANDIDA", através do qual, posso pesquisar, investigar, analisar, realizar experiências, etc..."

Acertando as contas

Hoje (20/04/2013) fui atraído pelos pensamentos e sentimentos de dois homens
 
Um deles cobrava asperamente o outro por atos do passado
 
O outro compreendeu seus erros e de forma passiva e conformada, deitou-se de lado numa espécie de maca
 
O homem que cobrava desembainhou uma espada meio curva, semelhante a katana e se posicionou para golpear com violência o pescoço do homem deitado
 
A iminência do ato, deixou-me aflito, pois deduzi que o homem deitado passaria por uma experiência terrível
 
Tive a impressão de que eles não percebiam minha presença, provavelmente por estarmos em planos vibracionais diferentes 
 
Porém, compreendi que aquilo não poderia estar acontecendo no físico e sim no astral, devido os entendimentos rápidos da situação entre os dois homens (provavelmente regiões umbralinas)
 
Minha aflição, mexeu com meu metabolismo e isso me puxou instantaneamente de volta para o físico
 
Fiquei portanto, sem saber se houve a agressão (golpe de espada no pescoço) no homem deitado ou não
 
Pelo que tenho observado, em experiências anteriores, nas regiões umbralinas os golpes podem produzir impressões na pessoa golpeada
 
Entretanto, chamou-me a atenção o fato do conformismo e passividade, do homem deitado, em receber o golpe, como se quisesse se redimir de erros do passado

Artigos Relacionados

  • » Um anjo no céu
  • » Leitos 6 e 7
  • » Estréia documentário "Voadores"
  • » Forno crematório
  • » O diabo no telefone
  • » Observando o céu
  • » Observando alienígena
  • » Marido preso
  • » Mudança rápida de ambiente
  • » Em um corpo tatuado
  • 35 Comentarios Até agora

    1. jorge disse:

      Caro Pineda…Pelo que observo em suas experiências é que, se o senhor tiver razão no que você diz, o ambiente astral é uma grande Disneylândia, tá todo mundo meio que dormindo, sonhando…Acontecem coisas absurdas e ninguém acha estranho nada?! Não há ninguém que desencarne e tenha o mínimo de bom senso e lucidez? tipo: tudo bem, morri mas realmente existe a vida após a morte….Parece que eles vivem num estado que eu comparo aos segundos iniciais quando acordo de um sonho, to meio perdido, não sei onde estou, que horas ou quando é…..E a coisa parece ainda mais estranha porque nenhum dos grandes projetores conhecidos conseguem se encontrar no astral, ter uma conversa lúcida e coerente…voltarem ao meio físico e conversarem sobre o encontro! Se não temos desenvoltura nem lucidez pra fazer uma coisa simples como essa, como é que podemos achar que essas impressões que trazemos do astral correspondem a verdade?…É uma coisa que muito me intriga nem o Senhor, nem o Wagner Borges ou o Waldo Vieira não se importarem com os encontros que nunca dão certo….e olhe que não foram por faltas de tentativas!!!

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Jorge

        Quando as pessoas desencarnam, geralmente carregam em si próprias, os condicionamentos e crendices do físico que refletem nos ambientes mais densos do astral

        Por isso, muitas coisas “lá” (no astral), continuam semelhantes ao físico, ou seja, as pessoas continuam presas as cegueiras, a falta de percepção e entendimento

        Quanto aos pouquíssimos projetores conscientes…

        O que é diferente no físico, se torna MUITO diferente no astral

        Cada um tem a sua própria forma de ser, de agir, de pensar, de entender as coisas

        Por isso, diante de infinitas coisas que estão acontecendo naquele momento da projeção no astral, cada um tem suas próprias sintonias

    2. Cecí disse:

      Não se preocupe, ele não recebeu o golpe de espada, foi levado pela Luz. Porque você presenciou o exato momento de arrependimento dele e pela mudança de sentimento e perdão ele foi levado para tratamento, nós médiuns geralmente quando somos levados a estes casos é para doarmos energia vital para quem precisa mudar de regiões umbralinas para hospitais do astral superior ou coisa semelhante. Ótima noite e Deus continue o abençoando.
      Ah, esta informação me foi passada por meus Mentores…

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Cecí

        Eu não sei o que aconteceu com o tal homem depois que saí de lá

        Se foi socorrido, ótimo

        Porém, há umbralinos que recebem golpes e continuam presos as situações, pois suas consciências ainda necessitam aprender um pouco mais

    3. Fernando disse:

      Olá, Pineda.
      Acho interessante essa de determinados espíritos dependendo de suas vibrações, se manifestarem em planos diferentes.
      Podemos chegar a sutilizar as energias a ponto de sermos vistos ou até imperceptíveis?
      Obrigado.

    4. Isabella disse:

      Oi Roberto

      Eu começei me projetando à 2 meses e seus relatos me têm ajudado muito, por isso lhe agradeço.

      Eu tenho uma questão: Nesta última semana não me tenho conseguido projetar, talvez porque tenho viajado muito, então me tenho sentido muito cansada.

      Mas tem acontecido algo estranho para mim. Todas as noites eu tenho sonhado que estou no que me parece ser um hospital, amarrada a uma cama e a sentir-me muito fraca. Até que chega uma altura em que eu me tento soltar e aí, aparece um homem que me injeta algo no braço e eu, depois de me tentar defender dele, acabo por “adormecer”.

      Eu nunca tive sonhos recorrentes, por isso, não sei que pensar disto.

      Acha que pode ser alguma memória de uma vida passada?

      • Roberto Pineda disse:

        Ola Isabella

        Pode ser alguma situação muito marcante em sua vida no passado

        Há muitos anos atrás, eu ficava, de forma recorrente, voltando a um determinado cemitério, que me parecia ser na Europa

        Até que descobri ser o tumulo de uma reencarnação minha no passado, onde fui muito apegado ao corpo físico e por isso ficava voltando para lá

        • Marcio Vidal disse:

          Bom dia pineda,
          é sobre reencarnação, o que não entendo, ainda não encontrei nos livros, é a nossa identidade, nossa maneira de ser e de pensar quando em vidas passadas, nossa história, como éramos realmente. Eu,agora, sou o Marcio, com 51 anos,com a minha vida, minhas coisas, minhas manias, minha certeza que eu sou o Marcio… desencarnei, passei por um período “intermissivo”, volto à Terra e passo a viver, com outra vida, outra identidade, outro eu; e agora o Marcio que fui?! Meu outro eu, pode lembrar de algumas passagens, coisas minhas, mas o “eu” que sou agora, hoje, pra onde foi? Ou nossa consciência evoluida percebe todas as identidades vividas?
          Penso nos meus anos anteriores, criança, adolescência e sou o resultado desse tempo, será que é assim, vamos ser sempre o atual, o que está vivendo agora? (quantos????)
          Desde já agradeço,
          tudo de bom!

          • Roberto Pineda disse:

            Olá Marcio

            Imagine que você mude para outra cidade…

            A partir daí, sua casa será outra, seu trabalho será outro, seus vizinhos e amigos serão outros, porém, você continuará mantendo suas lembranças e se concentrará no dia a dia do seu novo ambiente

            É algo semelhante o que acontece com nossa consciência numa nova encarnação

            Sua consciência, quando estiver livre das influências do físico, se lembrará de tudo o que passou em outras vidas e períodos intermissivos nos mínimos detalhes

            • Marcio Vidal disse:

              Muito obrigado, sempre me emociono com seus relatos e respostas. É uma contribuição imensa para nós que trilhamos este caminho.

    5. Dreamer disse:

      Quando se está projetado é uma maravilha, basta ser agredido que você volta para o físico. Agora se você já é desencarnado é foda. Você fica vivenciando a situação e criando , sentindo a mesma , com umas 30 vezes mais de ”realidade”.
      Você num acha que a gente não existe ? Que a projeção é uma ilusão ? Que querer vivenciar situações, que esses socorristas que vivem adentrando o umbral, essa zona toda , não passa do medo de enxergar o nada de que somos feito e parar de ”vivenciar” de sentir e por conseguinte EXISTIR ?

      O senhor mesmo já mostrou o caso de um umbralino mostrando o buraco da inexistência ou algo do tipo né ?

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Dreamer

        Eu entendo que pouco a pouco nossa consciência adquire mais percepção e entendimento, até abarcar todas as coisas no Universo inteiro, passando a desfrutar de onisciência e onipresença

        Aí, pouco importará se tudo o que for físico, não existir realmente, pois estaremos convivendo/interagindo com infinitas outras consciências individualizadas, cada uma sendo um universo único em si mesmas, de coisas, sensações, impressões e sentimentos maravilhosos

    6. augusto oliveira disse:

      senhor pineda em media qual é o intervalo de tempo nas suas projeções quando tem uma quanto tempo leva para ter outra?

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Augusto

        Eu adquiro consciência no astral todas as noites

        As vezes eu fico consciente a noite toda, isto é, desde o momento em que me deito, até a hora de levantar

        Há alguns anos atrás, quando eu ficava a noite toda consciente no astral, quando voltava para o físico eu me sentia meio desgastado

        Porém, atualmente, penso que eu já “assimilei” o processo e não sinto mais desgaste nenhum

    7. Breno Rodrigues disse:

      Oi Roberto , você já teve alguma projeção conjunta ? e quando voltou pro corpo confirmou com a outra pessoa ?

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Breno

        Já tentei fazer isso no astral com familiares, porém, no dia seguinte eles só se lembram vagamente de algumas coisas

        Ainda está sendo complicado realizar este tipo de experiência devido ainda serem poucas as pessoas que adquirem consciência no astral

        Além do quê, é necessário que duas pessoas estejam lúcidas, conscientes e com desenvoltura suficientes, no mesmo momento em que se encontrarem

        Vem crescendo, pouco a pouco, o numero de pessoas q

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Breno

        Já tentei fazer isso no astral com familiares, porém, no dia seguinte eles só se lembram vagamente de algumas coisas

        Em experiências com estranhos, geralmente a pessoa se assusta e volta instantaneamente para o físico

        Ainda está sendo complicado realizar este tipo de experiência devido ainda serem poucas as pessoas que adquirem consciência no astral

        Além do quê, é necessário que duas pessoas estejam lúcidas, conscientes e com desenvoltura suficientes, no mesmo momento em que se encontrarem

        Vem crescendo, pouco a pouco, o número de pessoas que se projetam e aí ficará cada vez mais fácil

        • jorge disse:

          Discordo do dado que há poucas pessoas lúcidas no astral, pelo menos em parte. Olha Pineda, é isso que me intriga…Tem o Wagner Borges o Waldo Vieira que até instituto internacional tem…Inúmeros outras pessoas que dizes ter experiências lúcidas com frequência…Vocês nunca se comunicaram por e-mail ou carta, ou telefone e tentaram marcar um encontro????…Porque, se vocês que relatam tantas experiências não conseguem se encontrar no astral e lembrar desse encontro….alguma coisa ai ta errada ou inexplicada, ou mal explicada!!! Qual a explicação dos senhores pra não marcarem esse bendito encontro?/??

          • Roberto Pineda disse:

            Olá Jorge

            Não conheço nenhum deles

            Nunca tive contato com nenhum deles

            E nem faço questão de ter, pois nossos entendimentos se mostram muito diferentes, em muitas coisas

            Sou um pesquisador independente e sigo caminhos próprios de pesquisas e descobertas

            • jorge disse:

              É muito estranho esse comportamento…Acho importante trocar experiências e conversar, discutir, debater com outras pessoas…É uma atitude, pelo menos, pouco contribuitiva para o estudo, o entendimento de um fenômeno tão pouco compreendido. Já pensou se todos os cientistas, estudiosos do mundo pesquisassem tudo por conta própria? se ninguém tomasse o conhecimento do que está acontecendo e sendo descoberto por outros pesquisadores?…Respeito sua opção de se manter isolado, mas discordo veementemente! E estranho demais que os outros pesquisadores também prefiram ficar cada um em seu canto!…O fato de você conversar com outros pesquisadores e eles terem opiniões pontuais divergentes da sua não enfraquece nem sua posição nem a dos outros, apenas fortalece o entendimento, estimula a formulação de hipóteses e teorias, a busca de experimentos mais focais para confirmar ou descartar algumas teorias, é assim que se constrói o entendimento e o conhecimento…Essa coisa de achar que cada um vai por si e não dá um mínimo de valor sobre o que acontece com outros pesquisadores é uma atitude, a meu ver, limitada, que não colabora com o entendimento e o conhecimento…só ajuda a consolidar mistificações, criar uma aura de misticismo…o que, tenho certeza, o senhor detesta!!! É só minha opinião meu caro. Continuo admirando sua coragem de publicar as experiências assim como você as observa, sei que é exatamente assim que acontece pois também as tenho há quase 20 anos (que me lembre)… Entretanto, eu discordo de como a maioria das pessoas vem encarando a forma que essas experiências devem ser “pesquisadas”!!!

              _______________________________

              Roberto Pineda disse:

              10 de maio de 2013 as 20:45 hs

              Olá Jorge

              Ledo engano, pois eu troco experiências o tempo todo, com todas as pessoas que me escrevem…

              Porém, não gosto de perder tempo com idéias equivocadas

              Não há nada de estranho eu não concordar com projetores que dependem de amparadores e simbologias, pois eu não gosto de dependências e limitações

              Não há nada de estranho eu não concordar com projetores que enxergam/encontram alienígenas, para mim, são apenas projetores que ainda não possuem desenvoltura suficientes para investigar, descobrir e constatar, como eu o fiz, que são apenas disfarces

              Por outro lado, há uma profunda diferença entre projetores que possuem “interesses comerciais” e projetores movidos por altruísmo e desprendimento

    8. Jovair disse:

      Ola Pineda,
      Um tempo atrás fiquei consciente no astral no meu quarto, tudo estava muito claro e nítido, me vi perfeitamente dormindo, estava eu (espírito) no tento do meu quarto de ponta cabeça e tinha uma energia que me prendia pelos pés, isso fez que mexesse com meu metabolismo e fui puxado para o corpo físico sentindo meu espírito encaixar perfeitamente no corpo. Minha pergunta é a seguinte: porque eu estava de cabeça para baixo e que energia era aquela que prendia os meus pés?
      Obrigado

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Jovair

        As vezes podemos sair do corpo e nos ver em qualquer posição

        Provavelmente, como você saiu de ponta cabeça, ficou ainda preso, às suas próprias energias, pelos pés

        Sugiro que quando sair, procure se afastar rapidamente do corpo físico para não ficar preso as suas próprias energias

    9. Ewerton disse:

      Olá Roberto;
      o senhor poracaso ja ouviu falar que é possível se fazer presente e tangível a qualquer pessoa que esteja no plano físico (em seus corpos)e ter contatos normalmente como se estivesse em seu próprio corpo fisico podendo fazer com que lhe sinta e possa te tocar normalmente apenas com uma forte vontade de aparecer a tal pessoa seja quem for ? se sim, como foi ? ja tentou fazer isto alguma vez ? se não… recomendo que leia um livro cujo nome é: A magia do poder extra sensorial, de Joseph Murphy; você poderá encontrar um link pdf no site do google e le-lo virtualmente, eu lí e achei super interessante. Deis de já, Agradeço suas respostas.
      abraço.

      • Roberto Pineda disse:

        Olá Ewerton

        Eu não sei se isso é possível

        Entretanto, sei, e já fiz experiências nesse sentido, que pessoas com clarividência podem enxergar um projetor e que também podemos mexer objetos no físico, conforme poderá ser lido nas experiências abaixo:

        http://projecaoastral.com/experiencias/na-frente-de-uma-chacara/

        http://projecaoastral.com/experiencias/assustando-a-camareira/

        Quanto ao livro indicado, esclareço-lhe que não me baseio em experiências dos outros, pois não sei se são verdadeiras ou não

        Procuro fazer minhas próprias experiências e tão logo consiga resultados, que me satisfaçam, posto os relatos

        • jorge disse:

          Eu proponho que o senhor faça uma experiência: deixe um quarto isolado, da sua casa mesmo, e antes de se deitar, jogue um dado no chão desse quarto e antes que escute o dado parar, feche e tranque a porta até o outro dia…Quando se projetar, vá até esse quarto e tente ver o número voltado para cima…quando voltar ao corpo físico vá ao quarto conferir o número. (Há uma chance de um falso positivo, pois são apenas 6 números) mas já é um ótimo começo pra desenvolver um dispositivo que, aleatoriamente apresente uma sequencia numérica-alfabética e diminua praticamente as chances de falso-positivo!!! Se não conseguimos atravessar uma parede de um quarto da nossa casa…Como podemos considerar por verídicas as experiências do outro lado do mundo, em outros planetas…Não tô dizendo aqui que o Sr esteja de má fé, de forma alguma. Mas deveríamos nos questionar porque nenhum dos “grandes” projetores do mundo não são bem sucedidos numa experiência simples dessa!!!!

          • Roberto Pineda disse:

            Olá Jorge

            E para quê isso???

            Com que finalidade???

            Ora, eu não preciso mais deste tipo de comprovação, pois já fiz todas as comprovações que eu queria e EU SEI que a projeção é verdadeira

            Projeção é uma experiência pessoal e as respectivas comprovações também são pessoais

            Projeção é muito diferente de religiões

            Na projeção você sabe, sente, percebe, entende e comprova por si próprio

            Projeção nos liberta e nos torna independentes

            Nas religiões as pessoas apenas acreditam no que os outros falam e escrevem e ou escreveram

            Acreditar em experiências que outras pessoas realizem, assemelham-se a crendices religiosas

            Antigamente assustavam as crianças com histórias de “Bicho Papão”

            Hoje assustam as pessoas com histórias de “Diabos” e “Capetas”

            As pessoas têem medo do desconhecido e buscam proteção em religiões

            A projeção possibilita o conhecimento amplo do que antes era desconhecido, fazendo a pessoa perder o medo e se desligar de crendices infundadas

            Eu posto meus relatos para que as pessoas saibam que podem fazer igual e também comecem a perceber e entender “o quê somos nós e o que é a realidade à nossa volta”

            • jorge disse:

              Eu sou a pessoa muito pouco religiosa Pineda. E acho que essa atitude só consolida as mistificações…tenho certeza que o Sr nunca conseguiu fazer uma experiência do tipo que citei que tivesse tido êxito, pois tenho certeza que o SR. não mentiria em dizer que fez o que não fez…Eu já tentei muitas vezes fazer uma experiência simples como essa e NUNCA consegui! Nunca soube de nenhum pesquisador que tenha conseguido também! Se é porque nós não temos lucidez suficiente no astral ou projeção é um estado de hiper excitação cerebral durante estados de sonho, ou por qualquer outra coisa…eu não sei lhe dizer…mas o fato é que ninguém consegue e ninguém tem uma desculpa coerente para tal… Ora, se não conseguimos atravessar uma parede do quarto e ver o que tem lá com lucidez…como é que podemos dizer que fomos para outros planetas e trazemos detalhes de como as coisas acontecem por lá… e tomamos como verdade tudo que vemos lá!!!??? O waldo Vieira chegou a criticar o filme “Nosso Lar” pq disse que os móveis, os detalhes de lá, da colônia Nosso Lar, não eram como retratado no filme… Então ele diz que vai com frequência lá e descreve com detalhes como seria…mas nunca conseguiu atravessar a parede do quarto dele e descrever no quarto ao lado o que tem la!!! Nem nunca conseguiu um encontro no astral com outro projetor para voltarem contando a mesma história… O que eu sinto é que o pessoal tem um medo gigantesco de pensar nessa coisas, pq no fundo eles tem medo de que nem tudo que eles acham que aconteceu era real… A vida perderia completamente o sentido e seria um tédio!!!

              _________________________________

              Roberto Pineda disse:

              10 de maio de 2013 as 21:32 hs

              Olá Jorge

              Pelo que você descreve, está faltando para você entendimento sobre o que é o astral e como funciona

              E tampouco leu ou tem lido minhas experiências e comprovações relatadas aqui no site

              Ou seja, está fazendo julgamentos precipitados e tirando conclusões equivocadas

            • Ronie Ragazzi disse:

              Jorge,

              Se você não acredita nas coisas que o Roberto relata em seu próprio blog, não o acesse! É simples.

    10. N disse:

      Conheço seu site há pouco e por isso ainda tenho poucos conhecimentos sobre projeções astrais e etc. Por isso queria saber se quando você se projeta já é levado a um local aleatório ou, primeiramente, fica próximo de seu corpo físico. É que tenho “medo” de ser levada para algum lugar distante do universo pois essa ideia ainda me assusta. Aliás o nosso conceito de medo muda quando somos projetados, digo, compreendemos a grandiosidade do universo e tomamos mais consciência e coragem (meu teclado está desconfigurado então não achei a interrogação)

      Muito Obrigada

      • Roberto Pineda disse:

        Olá N

        Sim, isso pode acontecer no começo das projeções

        A pessoa se deixa levar pelas sintonias e ou fica próxima do corpo

        Porém, com a frequência das experiências, você percebe que nada e ninguém pode lhe fazer mal no astral

        Percebe também que não fica presa em lugar nenhum, pois basta se concentrar no seu corpo físico, que você volta instantaneamente

        Aí, com mais controle da situação, você vai para onde quiser


    Um anjo no céu

           Esta noite (08/10/2017) eu estava projetado dentro ...

    Leitos 6 e 7

       Esta noite (29/09/2017) adquiri consciência em plena atividade ...

    Estréia documentár

        Evento para convidados na estréia ontem (24/09/2017)  no ...

    Forno crematório

        Esta noite (04/09/2017) fui atraído pelas vibrações, sensações ...

    O diabo no telefone

         É interessante observar como, mesmo num ambiente onde ...