"O QUE É PROJEÇÃO ASTRAL?
Todas as noites, nossa consciência deixa de se manifestar no corpo físico e passa a se manifestar livremente num universo infinito de coisas fantásticas e maravilhosas... Habituada a esta situação, nossa consciência anseia por se libertar desligando-se instantaneamente de um cérebro físico preso a crendices, medos, condicionamentos e limitações Entretanto, quando a pessoa começa a se libertar de suas "barreiras" e a transcender a si mesma, também começa a ocorrer um fenômeno conhecido por diversos nomes: projeção astral, projeção da mente, desdobramento espiritual, projeção da consciência, sair consciente do corpo físico, experiência fora do corpo (EFC), viagem astral, etc. Porém, para mim, que vivencio este fenômeno todas as noites, passei a considerá-lo como um estado de "CONSCIÊNCIA EXPANDIDA", através do qual, posso pesquisar, investigar, analisar, realizar experiências, etc..."

A Turma do Garcia

Hoje (28/04/2010) eu estava projetado e perambulava por ai, observando as coisas.

 

Num determinado momento chamou-me a atenção uma sacola transparente com algumas coisas dentro, caída no chão.

 

Eu me aproximei para ver melhor o conteúdo e um garoto negro de uns treze ou quatorze anos se aproximou e disse:

 

“Tá olhando o quê aí, ô meu… Essa sacola é da turma do Garcia e ele não vai gostar nada disso…”.

 

Percebi pelos pensamentos do garoto que aquilo era uma “armadilha” para atrair a pessoas e os bandidos logo em seguida renderem a vítima

 

Querendo me livrar logo daquela situação, que para mim era um besteirol, pois estávamos no astral, comecei a atravessar a rua para ir embora

 

O garoto veio atrás dizendo um monte de coisas em tom ameaçador

 

Disse ao garoto que não mexessem comigo, pois senão a coisa ia ficar muito feia para o lado deles.

 

Nisso surge um homem negro, meio gordo, de cavanhaque (que senti/percebi ser o tal Garcia) acompanhado de mais uns sete ou oito, saídos de trás das coisas, pois estavam a espreita e partiram com tudo para cima de mim

 

Apesar de estarem no astral era uma turma de bandidos, achacadores e assaltantes.

 

“Nós vamos te arrebentar…” – disseram.

 

“Ah é? Pois sou eu que vou me divertir à beça com vocês…” – respondi.

 

Instantaneamente plasmei/criei um chicote negro, comprido e grosso, que parecia fazer parte de mim, tamanha facilidade com que eu o manuseava.

 

Deve ter aflorado em mim alguma reminiscência do passado (manusear um chicote), pois foi uma reação e criação/plasmagem instantânea, afinal eu não pretendia bater neles, mas apenas assustá-los.

 

Eles pararam, porém, a agitação mexeu com meu metabolismo no físico e acabei sendo puxado de volta para meu corpo.

 

Geralmente quando sou atacado no astral minha reação é de enfrentamento, pois sei que ao dominá-los e assustá-los, eles ficam chocados e passam a se questionar favoravelmente ao perceber que aquele ambiente não é o físico.

 

No astral há malfeitores que se agrupam, atraídos pelas próprias vibrações e sintonias, formando verdadeiros bandos, pois se sentem mais fortes e poderosos em grupo.

 

Quando alguém que tenha entendimento os enfrenta, isto funciona para eles como se fosse um “choque de realidade” promovendo o “despertamento” de um ou de outro.

 


Artigos Relacionados

  • » Um anjo no céu
  • » Leitos 6 e 7
  • » Estréia documentário "Voadores"
  • » Forno crematório
  • » O diabo no telefone
  • » Observando o céu
  • » Observando alienígena
  • » Marido preso
  • » Mudança rápida de ambiente
  • » Em um corpo tatuado

  • Um anjo no céu

           Esta noite (08/10/2017) eu estava projetado dentro ...

    Leitos 6 e 7

       Esta noite (29/09/2017) adquiri consciência em plena atividade ...

    Estréia documentár

        Evento para convidados na estréia ontem (24/09/2017)  no ...

    Forno crematório

        Esta noite (04/09/2017) fui atraído pelas vibrações, sensações ...

    O diabo no telefone

         É interessante observar como, mesmo num ambiente onde ...